No último mês, eu, Stephanie, estive no Canadá e separei diversas dicas para compartilhar com vocês!

O motivo dessa viagem já foi incrível, fui com a minha amiga Luciane visitar em Toronto outra amiga, a Fernanda!

Quando o assunto é hospedagem, como ficamos na casa da Fê estávamos super bem localizadas, bem no centro de Toronto e com a possibilidade de fazer tudo a pé – esse é um item que eu levo muito em consideração, porque une coisas muito importantes como economia, exercício físico e proporciona experiências que você não teria se estivesse de carro, afinal a perspectiva é totalmente diferente!

Tivemos um dia de chuva no passeio e foi ótimo, porque pudemos conhecer o PATH e é com ele que começa a lista de passeios e lugares que valem a pena conhecer nessa viagem!

1) O PATH é uma passarela subterrânea no centro de Toronto que abrange mais de 30km de restaurantes, lojas, serviços e entretenimento. Ela facilita ligações de pedestres para o transporte público, acomodando mais de 200.000 viajantes de negócios, turistas e moradores.
Foi uma experiência bacana, apesar de termos nos perdido um pouco, rs!

2) City Hall/Nathan Philip Square Nathan Philip Square é a praça central de Toronto e lá fica o New City Hall (prefeitura) e o Toronto Sign – no inverno no laguinho se torna uma pista de patinação !

3) Eaton Centre esse é um dos principais centros comerciais de Toronto com mais de 250 lojas, restaurantes e serviços bem no centro da cidade. Achei as opções das lojas ótimas, o shopping é enorme. Percebi que tem muitas lojas iguais as que temos aqui nos EUA, mas descobri também marcas canadenses que antes não conhecia!

4) Yonge-Dundas Square é como se fosse uma pequena Times Square com seus telões de propagandas e lojas em volta, por lá acontecem diversos eventos durante o ano

5) Fomos na famosa rede de sorveterias TaiyakiNYC e pedimos o sabor creme com manga na massa de waffle em formato de peixe – delicioso! Fica pertinho da Yonge Dundas Square.

6) Jantamos no Jack Astor um estabelecimento que faz parte de uma rede que existe tanto nos EUA quanto Canadá!

7) Graffiti Alley pensa em lugar turístico inesperado em Toronto: é lá! Um espaço de arte a céu aberto em que as pessoas podem interagir com as obras, podem acompanhar com sorte alguns processos criativos, além de ser cenário para fotos e gravações diversas. Talvez um lugar que (em menor proporção de extensão) se compare a esse espaço em SP é o super conhecido Beco do Batman na Vila Madalena!

8) Chinatown foi uma indicação que tivemos quando paramos para nos aquecermos e tomamrmos um café, um ótimo lugar para comprar lembrancinhas. Por lá você pode curtir também restaurantes, lojinhas, monumentos, atividades da cultura chinesa.

9) Kensington Market em um bairro multicultural de Toronto, o mercado Kensington tem seu charme e diversidade e oferece lojas de roupas vintage, mercearias, restaurantes e cafés. Foi la onde comemos o famoso churros do Ponchos Bakery (3 churros por CAN $5)

10) St. Lawrence Market o mercado público com mais de 200 anos de existência com comerciantes e artesãos – lá tem o famoso Sandwish de Bacon – http://www.stlawrencemarket.com/

11) Berczy Park –No caminho do mercado nos deparamos com esse parque publico com essa fonte linda com cachorros e gatos.

12)Almoçamos em um dos restaurantes italianos mais lindos que já vi o Old Spagueti Factory. Fiquei de boca aberta com a decoração, uma experiência incrível. Tanto é que fomos duas vezes. Pedimos macarrão (os valores dos pratos que pegamos eram CAN $22,00 e 24,00)

13) O High Park Toronto é o maior e um dos mais famosos parques da cidade (além de lindo!) e lá você encontra o jardim em forma da famosa “folha do Canadá”, Maple Leaf Garden! Possui estacionamento gratuito. Tem diversas coisas para fazer, como trilhas para caminhada, instalações esportivas, vegetação diversificada, um parque de cães, um jardim zoológico, playgrounds para crianças, restaurantes, estufas, áreas de piquenique e vários eventos ao longo do ano.

14) Niagara Falls com certeza essa é uma parada obrigatória pela fama – e realmente vale pela beleza! Para os mais aventureiros tem o super conhecido passeio de barco pelas quedas d’água (valor $28CAN), já para mim e para as minhas amigas o que mais curtimos (além do visual) foi conhecer as lojinhas, alguns museus e uma cidadezinha charmosa chamada Niagara on the Lake – inclusive tem um outlet bacana perto! Foi legal conhecer e passar o dia lá mas eu não viajaria só para me hospedar lá!

15) CN Tower o cartão postal de Toronto! Lá certamente é um dos principais pontos turísticos de Toronto e é incrível ver a cidade de cima! Inclusive, é uma das torres mais altas do mundo e recebe certa de 2 milhões de turistas por ano! Decidimos ir próximo do anoitecer, mas confesso que preferi à vista de ▪Na CN TOWER fica o famoso piso de vídeo em que as pessoas fazem fotos de dar frio na barriga e para os mais aventureiros tem a opção de experimentar o EdgeWalk, uma caminhada na área externa da torre sem usar as mãos! (morri de medo só de olhar haha)dia! O valor desse passeio é $ 38 Can, caso queira subir no segundo andar adiciona-se $ 15 Can! Uma opção bacana que minhas amigas fizeram foi comprar o Aquário e o CN e ambos saem $ 58 Can. Obrigada pelo convite CN Tower!

16) Ripley Aquarium: muitas espécies de animais marinhos em um só lugar – acho que nada define melhor esse cenário como lindo! Tartarugas, tubarões (o destaque!), peixes e muitos animais em um espaço enorme com uma estrutura que faz tudo ter ainda mais magia, parece que você está no fundo do mar!
Um passeio para toda a família e não são só as crianças que se divertem não,viu?! Foi um prazer ser convidada para conhecer um lugar tão famoso em Toronto que apesar de manter os animais fora do seu habitat (eu considero muito esse ponto!) tem um trato muito especial e cuidam de lá como um verdadeiro templo da natureza!

17) Jantamos no restaurante Real Sports Bar and Grill –essa é uma parada obrigatória para os fãs de esportes, considerado o bar esportivo #1 pela ESPN.

18) Allan Gardens Conservatory: este jardim indoor é um dos mais antigos parques de Toronto, e fica aberto a publico no ano todo. Para mim que adoro natureza foi um passeio que valeu demais a pena!

Dicas extras:

– Sou uma pessoa bem friorenta então comprei calça térmica e blusa térmica que ajudaram muito a me esquentar.

-Utilizamos muito o GPS para acharmos os caminhos dos locais, então uma dica é o Google Maps Offline. Você faz o download no seu telefone da área que deseja e não precisa de internet para usar depois.

– O único dia que alugamos o carro foi para ir para Niagara Falls. Que fica 1h30h de Toronto, deixamos para fazer a reserva do carro muito em cima da hora e tivemos muita dificuldade! É bacana ver com antecedência, porque carro não é a única opção para esse passeio, já que tem a possibilidade de usa transporte coletivo ou excursões!

– Visto Turista – Para ir ao Canadá é preciso o visto ou o ETA – uma autorização eletrônica para viagens ao país. O ETA tem o custo de U$7 canadense e é válido enquanto o seu passaporte tiver validade também! (eu utilizei esse ETA!) Fica a dica: você pode solicitar o visto canadense de diferentes entradas ou de trânsito. Todos os vistos e o ETA você solicita pelo site oficial do Canadá www.canada.ca . No Brasil, as únicas companhias aéreas que não solicitam o visto americano válido para ir ao Canadá são a Copa Airlines e a Air Canadá! Atenção: cuidado com os sites que oferecem serviços de despachante com banners, fique bastante atento com fraudes!

– Sobre quantidade de dias: na minha opinião, achei três dias em Toronto suficiente para conhecer os principais pontos turísticos e mais um dia para Niagara Falls.